Clique na foto para ampliar Pablo Komlós
Regente

Nasceu em Budapest, Hungria, em 15 de setembro de 1907 e faleceu em Porto Alegre, em 27 de março de 1978.

Fez seus estudos de direção e composição na Academia Real, sob a orientação dos compositores Kodaly e Wainer.

Aos 18 anos iniciou sua carreira de diretor com a apresentação da ópera Carmen no Teatro da Ópera Municipal de Budapest. Transeriu-se para a Alemanha onde aperfeiçoou seus conhecimentos na ópera de Munich, dirigindo vários espetáculos líricos.

Recebeu convite para assumir como diretor em Troppau, Tchecoslováquia, de onde, após 1 ano, seguiu para Praga. Ali dirigiu representações no Teatro Alemão. Foi convidado a retornar a Budapest para dirigir o Teatro Municipal.

Exerceu o cargo até 1939 quando, em conseqüência da guerra, fixou residência em Montevidéo. Por mais de 10 anos trabalhou no Uruguai.

Em 1950 transferiu-se para Porto Alegre, onde assumiu a organização e regência da recém-fundada Orquestra Sinfônica de Porto Alegre.

O maestro Komlós foi, inegavelmente, a figura mais importante para a vida musical de Porto Alegre no século XX.

Sob sua direção foram realizados inúmeros concertos, obras sacras e operísticas, estas tanto em forma de concerto quanto encenadas.

Por repetidas vezes atuou nas outras Capitais brasileiras. Dirigiu, também, óperas e concertos sinfônicos no Chile, Argentina, Uruguai, Portugal e Alemanha.